Estatísticas do Blog

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Auditoria aponta que 29 ônibus circulam sem contrato no DF


Desde janeiro, esses veículos faturaram R$ 3 milhões, afirma auditor.
DFTrans diz que ônibus irregulares são necessários e têm autorização.

Do G1 DF

Levantamento dos auditores fiscais do transporte do Distrito Federal aponta que 29 ônibus estão rodando de forma irregular no DF. Sem cadastro no sistema de transporte público, os veículos estão circulando e recebendo o dinheiro das passagens. Eles pertencem a empresas que já operaram no Distrito Federal.
“Constatamos indício de fraude na ordem de R$ 3 milhões em veículos não cadastrados da empresa Rotha e Cootransp”, falou o auditor Luiz Felipe Leal.
O DFTrans informou que mesmo sem contrato com o governo, os ônibus circulam com autorização.
“O mais importante é que a população não fique sem ônibus. Esses ônibus estão sendo fiscalizados, estão sendo vistoriados e não podemos tirar 30 carros nesse momento de Planaltina. Enquanto isso, estamos trabalhando rapidamente para regularizar essa situação do contrato”, afirma o diretor do órgão, Marcio Antônio Campanella.

Segundo os auditores, nenhum ônibus pode operar sem cadastro no DFTrans. Quando isso ocorre, fica configurada pirataria. Outro detalhe chama a atenção: esses ônibus continuam com validadores, a máquina que registra a entrada do passageiro e o pagamento da passagem
.Os outros 25 ônibus são da Cootransp, que desde 7 de janeiro  não têm mais contrato. Entre esses 25, o de número 510726 arrecadou em passagens R$229 mil.
Outra investigação
A associação denunciou que em fevereiro deste ano, um único ônibus da empresa Rhota teria transportado mais de 1,8 mil passageiros em 50 minutos. O mesmo cartão foi usado várias vezes, com apenas alguns segundos de intervalo.
O DFTtrans disse que tentativas de fraudes ao sistema são frequentes, mas que o pagamento às empresas é bloqueado assim que são identificadas, como no caso da Rhota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores