Estatísticas do Blog

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Rodoviários descartam greve e negociações são mantidas

Entidade sindical da categoria informa que prestação do serviço continua normalmente. Governo não se posicionou, ainda, sobre aumento da tarifa

   
Os rumores de paralisação no início da próxima semana não são confirmados pelo Sindicato dos Rodoviários do DF, uma vez que o acordo firmado no ano passado ainda está sendo cumprido pelo governo. O último acordo coletivo venceu no dia 1º de maio e a classe, que tem 16 mil profissionais, exige um reajuste de 16% dos salários e vale-alimentação, que hoje é de R$ 279,79.

“Continuamos em negociação. O adiantamento foi pago, enquanto estiver pagando tudo direito vamos continuar negociando, sendo pago não tem por que paralisar”, informou a assessoria da entidade sindical. Ainda de acordo com a posição oficial do sindicato, o governo está sinalizando positivamente com relação às negociações. Até o momento foi acertada apenas a manutenção do acordo. “O governo quer negociar, mas os empresários disseram que para isso deve haver um aumento da tarifa. Se não houver, eles não vão negociar. Estamos na expectativa aguardando a posição entre o governo e os empresários”, revelou a assessoria.

Ainda não existe uma informação concreta com relação ao aumento da passagem, mas os boatos que circulam no Sindicato dos Rodoviários dão conta que a tarifa de R$ 3 passará a ser R$ 4. O aumento da passagem no Distrito Federal não é concedido há cinco anos. A previsão era de que a Secretaria de Transportes (Setrans) anunciasse um posicionamento oficial ainda hoje. Contudo, à reportagem do Coletivo a assessoria do órgão não garantiu que o anúncio seria feito hoje e informou que ainda estão sendo feitos estudos nas planinhas de custos das empresas. O objetivo é verificar a viabilidade ou não do reajuste das tarifas.(fonte jornal coletivo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores